Home / Sociedade / Educação / Silves participa no Dia das Cidades Educadoras, com atividades em todas as freguesias

Silves participa no Dia das Cidades Educadoras, com atividades em todas as freguesias

A cidade como um elemento que pode promover o conhecimento e a aprendizagem como factor de integração e coesão é um dos grandes objetivos do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido por um conjunto de cidades, entre as quais a de Silves, no âmbito da rede das Cidades Educadoras.
No dia 30 de novembro, a Câmara Municipal de Silves irá assinalar o Dia das Cidades Educadoras, através do desenvolvimento de um programa especial dirigido a diversos públicos e a ocorrer em todas as freguesias, onde se destacam iniciativas ligadas à música, apresentações, arte urbana, workshops, visitas, desporto, teatro e outras atividades educativas.dia-das-cidades-educadoras-site

«O Município de Silves integra a Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras e a Associação Internacional de Cidades Educadoras desde 2010. O conceito de cidade educadora estende-se para além das competências do Município na área da educação, pois visa o envolvimento da comunidade educativa e dos diversos parceiros na promoção de atividades e comportamentos que contribuam para o desenvolvimento integral da população, traduzindo-se em formas de educação não formal.

Todo este trabalho desenvolvido para assinalar esta data assenta no princípio n.º 7, que tem na questão da identidade uma preocupação central, dai o cuidado de neste dia serem promovidas atividades que procuram mostrar vários aspetos da identidade cultural (material e imaterial) do concelho, desde a questão dos workshops de chá e de queijo de figo, passando pelo teatro, que alia a educação às memórias da escola de antigamente, entre outras tantas ações».
Silves tem vindo a desenvolver diversas atividades dentro do espírito das cidades educadoras,” pretendendo que esta filosofia seja basilar na organização/planeamento de muitas áreas no concelho, promovendo valores como a criatividade, a preservação da identidade. São algumas dessas atividades:
» O lançamento do primeiro guia da oferta educativa de Silves, no ano letivo 2015/2016, onde se compilou, num único documento, toda a oferta que o município disponibiliza para a comunidade, no que diz respeito à educação.
» O desenvolvimento de um projeto inovador onde, através dos toalhetes utilizados nos tabuleiros das refeições nas cantinas escolares, se passam mensagens sobre a importância da alimentação saudável, prática do desporto, património natural, cultural e histórico, promoção e proteção dos direitos das crianças, e divulgação de espaços de educação não formal e culturais, entre outros.
» A criação do Plano Estratégico Educativo Municipal, no ano letivo transato, efetuado por uma comissão saída do Conselho Municipal de Educação e aprovada pela Câmara Municipal, onde recorrendo a vários técnicos (internos e externos) se projetou a ação de Silves no que diz respeito à Educação.
» A dinamização de uma colaboração mais próxima com parceiros externos (aproveitando sinergias já existentes) donde se destaca a estreita colaboração com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, com ganhos recíprocos no que diz respeito à prevenção do risco e perigo junto das nossas crianças e jovens.

Legítimo será, ainda, reconhecer que todo este trabalho em prol da educação será um primeiro patamar para a criação de uma cidade verdadeiramente do conhecimento e criativa, promotora do desenvolvimento integral dos seus cidadãos e da sua inclusão, um desenvolvimento que facilite, como Richard Florida preconiza, o sucesso e, do mesmo modo, use a educação como ferramenta agregadora de todos os indivíduos na resolução de problemas, promovendo o bem comum”.

A cidade deve saber encontrar, preservar e apresentar sua identidade pessoal e complexa. Esta a tornará única e ser a base dum diálogo fecundo com ela mesma e com outras cidades. A valorização dos seus costumes e suas origens devem ser compatíveis com os modos de vida internacionais. Poder assim oferecer uma imagem atraente sem desvirtuar o seu enquadramento natural e social.
À partida, deverá promover o conhecimento, a aprendizagem e a utilização das línguas presentes na cidade enquanto elemento integrador e factor de coesão entre as pessoas.

(Princípio nº7)
Fonte: CARTA DAS CIDADES EDUCADORAS – novembro de 2004

Programa
8h-13h
A Quinta vem à cidade
Local: Mercado Municipal de Silves
8h30-13h
Apresentação do guia “Dicas para Pais”
Locais: EB 1 de Pêra e EB2,3 de Silves
9h-17h
Projeto de Arte Urbana Juvenil- “Silves, a cidade que se reconstrói com todos, todos os dias”
Local: Rua 5 de Outubro ( Silves)
Dirigido às Turmas de Artes da ESSilves- Pintura de 13 caixas da EDP
9h30
Atuação do Grupo de Cantares do Pólo de Silves “Os Laranjinhas”
Locais: Mercado Municipal de Silves e ruas da cidade

10h-12h
Cheiros e sabores do Natal
Local: Mercado Municipal do Algoz
Visita aos mercados municipais, em busca de alguns produtos e aromas utilizados na confeção dos pratos tradicionais de Natal Algarvio, participação de uma turma 4º ano ( até 9º ano, mediante inscrição)

10h30-11h30
Workshop de Chás
Local. Mercado Municipal de Pêra
10h30-11h30
Atividade Física “Silves sai à Rua”
Local: Largo da Junta de Freguesia de São Marcos da Serra
Atividade dirigida à população sénior e alunos do 1º cinclo e jardim de infância em parceria com o Serrano Futebol Clube e Junta de Freguesia de São Marcos da Serra
Local: Jardim de Alcantarilha
Atividade dirigida à população sénior e alunos do 1º cinclo e jardim de infância em parceria com a União de Freguesias de Alcantarilha e Pêra, Casa do Povo de Alcantarilha e Santa Casa da Misericórdia de Alcantarilha
Local: Frente de Mar de Armação de Pêra ( zona antigo mini-golfe)
Atividade dirigida à população sénior e alunos do 1º cinclo e jardim de infância em parceria com a Junta de Freguesia de Armação de Pêra

11h30
Inauguração do Pólo de Educação ao Longo da Vida de Silves
Local: Quiosques da Praça Al’Mutamid ( Silves)
14h-16h30
Visitas Acompanhadas por Personagens da Nossa História
Local: Museu Municipal de Arqueologia e Castelo de Silves
Máximo 45 participantes, do pré-escolar ao secundário ( mediante inscrição)
14h30
Imagens Cruzadas- o Tradicional e o Moderno
Local: Museu do Traje das Tradições ( S. Bartolomeu de Messines)
Máximo: uma turma do 1º ciclo ( mediante inscrição)
15h-16h
Atividade Física “Silves sai à Rua”
Local: Centro Escolar de Pêra
Atividade dirigida à população sénior e alunos do 1º cinclo e jardim de infância em parceria com o Centro Paroquial de Pêra e União de Freguesias de Alcantarilha e Pêra

15h30
Peça “A Escola de Outro Tempo”, pelo Grupo de Teatro Sénior de Silves
Local: EB 2,3 de S. Bartolomeu de Messines
15h30
Workshop de Queijo de Figo
Local: EB 2,3 de Armação de Pêra
18h-19h
Marcha “pela rua” ( 4km)
Local. Junta de Freguesia de Tunes
Atividade dirigida a toda a população, em parceria com a Junta de Freguesia de Tunes, Clube de Atletismo de Tunes e Associação Desportiva e Cultural de Tunes
19h30-20h30
Aula Aberta de Ginástica Localizada
Local: Pavilhão Municipal de Pêra
Atividade dirigida a toda a população em parceria com a Fit Corpus
21h30
Concerto no âmbito da rubrica lado B, com Viviane
Local: Teatro Mascarenhas Gregório

Veja Também

Feira Medieval de Silves, de 10 a 19 de agosto

A XV Feira Medieval de Silves realiza-se entre os dias 10 a 19 de agosto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *