Home / Opinião / O Carnaval não acaba

O Carnaval não acaba

Carnaval: celebração que foi adoptada pela Igreja Católica como um festejo antes de começarem os 40 dias de jejum da Quaresma, são os dias gordos.
Não se passa nada de muito vibrante em Messines, mas há uma altura do ano em que todos saem à rua, são cinco dias de diversão e a verdade é que nunca acaba.
Não se conhece terra em Silves que vibre tanto com o Carnaval como Messines. Estamos em pleno mês de Setembro, e quem entrar num bar da vila vai ouvir músicas de Carnaval e uma conversa aqui ou ali sobre o próximo acontecimento carnavalesco. Durante os cinco dias que dura o Carnaval em Messines, a diversão é muita e sente-se o clima de festa onde quer que vamos. É dedicação a tempo inteiro a uma época festiva, com os carros do desfile a demorarem meses a serem feitos, para culminar em três dias de desfile, com uma competição feroz entre os grupos participantes. Apesar dos poucos 8000 habitantes da freguesia, em Messines o Carnaval nunca acaba.

Numa terra onde nem sempre, quem é mais jovem, consegue chegar onde quer ou tem as oportunidades que procura, o Carnaval funciona quase como um escape. Vai sempre haver Carnaval em Messines.

Não se sabe muito bem como é que esta tradição aguerrida começou mas a verdade é que veio para ficar. São cinco dias de festa que duram o ano inteiro. Não há Carnaval no concelho que seja como o de Messines. Patrocinado pelo trabalho dos grupos que prepararam o desfile carnavalesco e pelos bares que tudo fazem para deixar os clientes satisfeitos, o sucesso é sempre garantido para quem faz parte da organização de tal acontecimento. E ninguém fica excluído da festa, com diversão para os mais novos e para os mais graúdos. Se há vila que leva a palavra Carnaval à risca, essa vila é Messines, dura o ano inteiro se não na realidade, no imaginário de quem faz do Carnaval uma instituição.

Todos sabemos que a semana de 28 de Fevereiro de 2017 vai ser recheada, pelo menos neste sítio do interior algarvio. É um trabalho de toda a comunidade, um esforço conjunto que une toda a população em torno da construção de um bom Carnaval. O Carnaval é um grupo de amigos que se juntou para se divertir, ao mesmo tempo que se vestem a rigor. A vida fica mais fácil nestes dias, com poucas horas de sono mas muita festa e animação. O sucesso só se pode dever à união, e ao empenho de todos em torno de um objectivo comum que é proporcionar a todos a maior diversão possível.

Em Messines é Carnaval o ano inteiro!

Veja Também

E depois do petróleo?

Augusto Santos Silva, o nosso Ministro dos Negócios Estrageiros, que até tenho em muita consideração, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *