Home / Concelho / Faltam médicos no Centro de Saúde de Messines

Faltam médicos no Centro de Saúde de Messines

A recente saída de dois médicos que faziam serviço na Extensão do Centro de Saúde de S. Bartolomeu de Messines levou a um protesto da população que se organizou num abaixo-assinado que entretanto já foi dirigido às entidades competentes, no dia 26 de agosto.
No documento, que reuniu cerca de 800 assinaturas, os signatários reclamam o “retorno” dos médicos Maria Amélia Lugan e José Rocha Betancourt, considerados “bons profissionais e atenciosos”.
A saída destes médicos deixou a Extensão de Saúde de Messines praticamente sem profissionais, apenas dois médicos cumprem ali serviço, havendo um grande número de pessoas que se encontram atualmente sem médico de família.centro-saude-messines

 

Além de que, segundo dados oficiais do ACES Barlavento, no ano passado, cerca de 35,5 % dos utentes não tinham médico de família, o que obrigava os existentes a prolongarem o seu horário para satisfazerem a procura das “consultas do dia”.
Já em agosto de 2016, a ARS Algarve informou que “foram recentemente colocados 21 médicos de Medicina Geral e Familiar nos Agrupamentos de Centros de Saúde Central e Barlavento, estando atualmente em fase de conclusão o processo de recrutamento de 82 enfermeiros para o Centro Hospitalar do Algarve”. Foi também anunciada a contratação de mais 22 médicos especialistas para serem colocados no Centro Hospitalar do Algarve, de forma a suprir algumas carências de recursos humanos em várias especialidades.

Veja Também

Plano de Pormenor de Pêra Sul está em discussão pública

Está a decorrer, até ao dia 6 de novembro, o período de discussão pública do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *