Home / Sociedade / Cultura / Livro sobre José Diogo Mascarenhas Neto é apresentado em Alcantarilha

Livro sobre José Diogo Mascarenhas Neto é apresentado em Alcantarilha

José Diogo Mascarenhas Neto é a figura abordada no novo livro do escritor e investigador algarvio João Aurélio Marcos, que será lançado no dia 25 de junho, pelas 16h, no Hotel Capela das Artes, em Alcantarilha.
A apresentação da obra, publicada pela Arandis Editora, está a cargo da professora e investigadora Maria João Raminhos Duarte.
“Traidor ou Patriota?- José Diogo Mascarenhas Neto ( Um notável algarvio no lado errado da história)” é uma obra na qual o autor dá a conhecer a “vida e obra de um dos mais notáveis algarvios de sempre, natural de Alcantarilha”.livro traidor ou patriota site

 

«Nascido no seio de uma destacada família algarvia, José Diogo Mascarenhas Neto foi inaugurar o Colégio dos Nobres, em Lisboa, onde estabelece ligações de amizade com vários membros da nobreza nacional.

Frequentou a Universidade de Coimbra, onde se formou em Direito. Ingressou na Magistratura, tornando-se Juiz-de-Fora de Leiria, onde viria a casar (desse casamento descende, entre outros, Mouzinho de Albuquerque), foi igualmente corregedor de Amarante e de Guimarães e Desembargador da Casa da Suplicação. No entanto, não é enquanto magistrado que José Diogo adquire o seu maior prestígio e dimensão histórica.

Em 1791 foi Superintendente Geral das Calçadas e Estradas, tendo dirigido a construção da primeira estrada Lisboa/Porto. Foi, igualmente, Superintendente Geral dos Correios e Postas do Reino, sendo por muitos considerado como o fundador dos correios em Portugal, tamanha a reforma que fez nesse serviço público. Foi por iniciativa sua que foram colocadas nas ruas as primeiras placas de toponímia e atribuído um número de polícia a cada casa, facilitando a distribuição postal.
Liberal, com ligações à Maçonaria, Sócio da Academia Real das Ciências de Lisboa e sócio correspondente da Sociedade do Museu de Paris, foi preso em 1810, sendo exilado em Inglaterra e na França, onde se manteve até 1821.»

A apresentação da obra realizar-se-á na casa onde José Diogo Mascarenhas Neto nasceu, em 1752, a Quinta da Cruz, actual «Hotel Capela das Artes», em Alcantarilha.
O espaço escolhido para a apresentação foi o lagar de azeite da antiga quinta, o primeiro a funcionar a vapor em Portugal.

O Autor: João Nuno Aurélio Marcos
Nasceu e reside em Lagoa no Algarve.
Licenciado em direito no ano de 1978 pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, onde foi monitor de história económica e social portuguesa e de história das instituições, foi professor e exerce há mais de 30 anos a atividade de advogado. Colabora ainda na imprensa regional e é um interessado estudioso da história do concelho de Lagoa, sobre o qual escreveu ” Lagoa liberal republicano e maçónico”.

Publicou ainda:
Os viscondes de Lagoa- Arandis editora- 2013
A Caridade e as Instituições de Assistência Pública no Concelho de Lagoa- Arandis Editora- 2014

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

Biblioteca quer criar Clube de Leitura para Jovens

A Biblioteca Municipal de Silves está a lançar um desafio aos jovens com idades compreendidas …

3 Comentários

  1. Manuel Castelo Branco

    Caríssimos

    Sendo José Diogo Mascarenhas Neto meu quinto avô, gostaria de saber como poderei comprar alguns exemplares do seu livro
    Cumprimentos
    Manuel Castelo-Branco

  2. Manuel Castelo Branco

    Caríssimos

    Sendo José Diogo Mascarenhas Neto meu quinto avô, gostaria de saber como poderei comprar alguns exemplares do seu livro. se possivel enviem me email
    Cumprimentos
    Manuel Castelo-Branco

    • Boa tarde. Terá de contactar a Arandis Editora, que tem uma loja on-line, na qual poderá fazer o seu pedido. Cumprimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *