Home / Desporto / Equipas de Futsal Feminino do Silves FC são campeãs distritais

Equipas de Futsal Feminino do Silves FC são campeãs distritais

Ver raparigas a correr atrás de uma bola ainda é um bocado estranho para algumas pessoas. Mas no Silves Futebol Clube há muitas raparigas que encontraram no Futsal o seu desporto de eleição. As duas equipas femininas sagraram-se nesta época Campeãs do Algarve e estão a competir no campeonato nacional.

A existência da modalidade de Futsal em Silves deve muito a João Jóia, antigo presidente da direção do Silves FC e hoje responsável por este sector dentro do clube. “O futsal nasceu em 1999, quando eu era presidente da Direção, depois foi continuando, com altos e baixos”, conta este dirigente.
A primeira participação de uma equipa do Silves FC numa competição ( Campeonato Distrital de Seniores Masculinos) foi na época 1997/98. No ano seguinte, a modalidade alargou-se a novos escalões: Escolas, Infantis e Iniciados, era o início da formação. Em 1999 o clube chegou a ter cinco equipas em competição, criando também os escalões de Veteranos, Seniores Femininos e Juvenis. Foi o período mais intenso.
Em resultado desse trabalho, na época 2000/01 na Série C da 3ª Divisão Nacional, então composta por 16 clubes, o Silves participou, sendo o primeiro clube algarvio com pergaminhos no futebol a ascender aos nacionais de Futsal.

equipa fustal junioresequipa futsal seniores
Com várias flutuações na composição e número de equipas, a modalidade foi sobrevivendo, até que no “ano passado reativaram-se as equipas femininas”. Atualmente existe uma equipa feminina de Juniores e uma outra de Seniores. Uma parte das atletas provem do clube CHE Lagoense, que extinguiu a modalidade, outras são de Silves e de outros pontos do Algarve.
Aqui, em Silves, além de terem encontrado uma total disponibilidade do clube para as receber, as jogadoras encontraram também as condições necessárias para o seu desenvolvimento, o que se traduziu nos resultados obtidos. Por terem alcançado os títulos de Campeãs do Algarve ( em juniores e seniores) as equipas estão neste momento a participar nas Taças Nacionais. Uma competição mais dura, na qual as hipóteses de alcançar uma boa classificação são praticamente nulas, “ a grande força das equipas de futsal está no Norte, do Sul, apenas as equipas de Lisboa do Benfica e do Sporting têm alguma possibilidade”, explica João Jóia.
As derrotas dos últimos jogos em que participaram confirma esta ideia. “Mas temos de reconhecer as nossas limitações. No último jogo em que perdemos, com um mau resultado, nós ficamos frustrados foi com o resultado, não com a derrota”.

Tiago Leal, presidente do Silves FC, com João Jóia, responsável pelo Futsal no clube (da esquerda para a direita)
Tiago Leal, presidente do Silves FC, com João Jóia, responsável pelo Futsal no clube (da esquerda para a direita)

 

O responsável pela modalidade garante que o clube está empenhado em reunir todas as condições para que a mesma continue, embora “toda a prática e ambições estejam condicionadas à parte financeira”. No entanto, como afirma João Jóia, a atual direção, liderada por Tiago Leal, tem apostado em fazer uma gestão criteriosa e “apesar das dificuldades há apoios para este projeto”. Declarações confirmadas pelo presidente da Direção que salienta também a boa recetividade que a modalidade e em particular as equipas femininas têm tido junto do público “nos últimos jogos o pavilhão encheu para vê-las”, diz.

 

Quem se sentir tentado a praticar esta modalidade e a integrar as equipas tem a porta aberta no Silves FC. Às jogadoras é pedida apenas uma mensalidade simbólica no valor de 5€ e que se tornem sócias do clube.
A rotatividade das jogadoras nas equipas é, aliás, um problema de sempre. Muitas jovens acabam por abandonar as equipas por irem estudar para outras localidades e esse é um problema que acaba por ter mais repercussão numa equipa feminina, “porque há um universo maior de rapazes disponíveis para jogar. Raparigas são menos e quando vão para a universidade não é fácil arranjar alguém para esse lugar”, explica João Jóia.

E será porque é pouco feminino?

Uma família dedicada ao Futsal: João Pedro Jóia (treinador), João Jóia (dirigente), Ana Rita Jóia (capitã da equipa senior)
Uma família dedicada ao Futsal: João Pedro Jóia (treinador), João Jóia (dirigente), Ana Rita Jóia (capitã da equipa senior)

 

E haverá menos raparigas disponíveis para jogar por esta ser uma modalidade considerada, digamos… “menos feminina”?

A pergunta/ provocação é colocada a Ana Rita Jóia, a capitã da equipa sénior. Atualmente com 26 anos, começou a jogar muito jovem, na época de 1997/98, sendo a primeira atleta feminina do clube na prática de futebol. Na época seguinte, já como federada, participou no Campeonato Distrital de Escolas e em simultâneo no Campeonato de Futsal. A sua prestação chamou a atenção e anos mais tarde veio a integrar a Seleção Nacional de Futebol Sub 19, ao serviço da qual foi seis vezes internacional.

 

 

Para Ana Rita Jóia, o seu percurso foi natural, tendo em conta que “vivia frente ao estádio e tinha o pai ( João Jóia) e o irmão ( atual treinador da equipa sénior) ligados ao clube”. Começou a jogar com rapazes e admite que existe ainda um certo preconceito relativamente às raparigas e mulheres que praticam desportos mais associados aos homens. “Mas nós tentamos contrariar essa imagem e mostrar que não é por jogarmos à bola que somos menos femininas”, afirma.
Na hora de jogar, o que conta é a competência e a vontade de fazer um bom trabalho e estes são elementos que não faltam às equipas de futsal do Silves FC, como sublinha a capitã dos seniores que realça também o grande apoio que as equipas têm recebido do clube e da sua direção, bem como do público que compareceu em grande número no último jogo. “Foi algo que nos marcou”, diz Ana Rita Jóia.

Quanto ao futuro, todos os intervenientes neste projeto estão de acordo em dar o seu melhor para que ele continue e no bom caminho, com resultados positivos e que orgulhem o clube e a cidade. “ Por Silves e pelo Silves”, como afirma Ana Rita.

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

Abertas as inscrições para as modalidades existentes nas Piscinas Municipais

Estão a decorrer, até ao dia 18 de setembro, as inscrições para a nova época …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *