Home / Sociedade / Cultura / Descerrado busto de Dr. Francisco Neto Cabrita, nas comemorações do aniversário de João de Deus

Descerrado busto de Dr. Francisco Neto Cabrita, nas comemorações do aniversário de João de Deus

O descerramento de um busto em homenagem ao médico Francisco Neto Cabrita, marcou o início das comemorações do 186º aniversário do poeta messinense João de Deus que se assinalou no dia 8 de março.
O busto foi descerrado pelo presidente da Junta de Freguesia de S. Bartolomeu de Messines, João Carlos Correia, acompanhado por Aurélio Nuno Cabrita, reputado historiador da freguesia. Coube a este uma apresentação sumária da vida e obra de Francisco Neto Cabrita que ficou conhecido como o “pai dos pobres” porque, além de não cobrar as consultas aos mais pobres ainda lhes deixava, muitas vezes, o dinheiro para a compra dos medicamentos ou para atenuar alguma necessidade mais urgente.
Oriundo de famílias abastadas, sempre quis exercer em Messines e foi um defensor das aspirações locais. Foi o principal responsável pela criação e o primeiro presidente da Casa do Povo (1934), foi presidente da Comissão Administrativa da Câmara Municipal de Silves ( 1935) e da Junta de Turismo da Praia de Armação de Pêra (década de 1940), tendo pugnado, entre outros aspetos, pela construção da Avenida Marginal.
Falecido ainda jovem ( 49 anos), vítima de cancro, o seu funeral constituiu a maior manifestação de pesar ocorrida até então na aldeia de Messines.
Volvidos 67 anos do seu desaparecimento, o seu bubusto inaguraçao sitesto está agora colocado num espaço ajardinado (frente ao Centro de Saúde), por iniciativa de outro distinto messinense, António Neto Guerreiro. Nascido em 1928 e falecido recentemente ( novembro de 2015) este messinense que construiu com sucesso a sua vida profissional no Brasil, entendeu financiar na íntegra esta obra por querer prestar uma homenagem ao médico que lhe salvara a vida ( como a tantas outras crianças, numa altura em que a tuberculose fazia muitas vítimas) e que considerava “um grande benfeitor da comunidade”.
Presentes na singela cerimónia, alguns familiares de Francisco Neto Cabrita e de António Neto Guerreiro, bem como vários populares, alguns dos quais deixaram o seu testemunho sobre o médico messinens, recordando-o, montado na sua enorme égua, sempre disponível para acorrer onde fosse necessário, dia e noite.
De referir ainda que o busto tem 60 cm de altura e é da autoria do escultor José Carlos. Foi concebido através da empresa Model Bronze, de Ílhavo. A base em grés é um trabalho de Bruno Matos.

João de Deus, passado e presente de Messines

A encerrar as comemorações, realizou-se uma iniciativa conjunta da Sociedade de Instrução e Recreio Messinense e Junta de Freguesia de Messines, que juntou a efeméride do aniversário de João de Deus com a comemoração do 43º aniversário da elevação de Messines a Vila.
A tarde começou com uma palestra “Messines, João de Deus e seus amigos”, tendo como oradora Patrícia de Jesus Palma, licenciada em Línguas e Literaturas Modernas – variante Estudos Portugueses pela Universidade do Algarve, e mestre em Estudos Portugueses – especialidade de Literatura Portuguesa Contemporânea, pela Universidade Nova de Lisboa e atualmente investigadora do Centro de História d’Aquém e d’Além-Mar da Universidade Nova de Lisboa.
Numa interessante intervenção trouxe ao conhecimento dos presentes alguns factos desconhecidos ou muito pouco falados sobre a relação de João de Deus com a imprensa algarvia, nomeadamente enquanto seu colaborador, e, por outro lado, a forma como esta divulgou o trabalho do pedagogo messinense.
Nesta primeira parte do evento, houve ainda uma breve intervenção da presidente da Sociedade, Paula Bravo, e da vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Silves, Luísa Conduto Luís.
Na sua intervenção, Paula Bravo, destacou a importância do conhecimento do passado, como forma de compreensão do presente e antecipação do futuro, justificando assim a realização desta iniciativa. Uma iniciativa elogiada pela vereadora Luísa Conduto Luís, que considerou de toda a importância que se continue a falar de João de Deus e da sua obra, em Messines, sua terra natal.
Na segunda parte do evento fez-se a ligação com o presente e o futuro da comunidade messinense, e o presidente da Junta de Freguesia, João Carlos Correia, distinguiu algumas pessoas e entidades que, em diversas áreas, têm contribuído pelo progresso da nossa comunidade.

O atual presidente, João Carlos Correia, e Vitorino Cavaco o primeiro presidente eleito após o 25 de abril
O atual presidente, João Carlos Correia, e Vitorino Cavaco o primeiro presidente eleito após o 25 de abril

Foram agraciados: Vitorino Vieira Cavaco, o 1º presidente da Junta de Messines eleito após o 25 de abril e o que mais anos exerceu esse cargo; a empresa Eugénio António & António Eugénio que desde 1988 exerce a sua atividade em Messines, cada vez mais diversificada; o Rancho Folclórico de Messines que desde 1976 faz um trabalho por todos reconhecido; a empresa Tecnovia que desde há muitos anos mantém uma relação de colaboração com a Freguesia oferecendo muito material para caminhos; e o Grupo de Ginástica da Casa do Povo de Messines que desde 2005 tem desenvolvido um enorme trabalho com jovens e crianças atletas, alcançando muitos títulos regionais e nacionais.

 

Como destacou João Carlos Correia, estes foram apenas alguns exemplos dos valores que existem na Freguesia, fazendo votos para que continuem o seu trabalho e que outros surjam.

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

“Algarve Intemporal” em S. Marcos da Serra

O ciclo de música, literatura, gastronomia e património “Algarve Intemporal” continua no dia 22 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *