Relação da diabetes com doenças cardiovasculares, analisada em congresso no Algarve

As pessoas com diabetes têm um risco duas vezes maior de vir a sofrer de um episódio de doença cardiovascular do que a população não diabética. Esta é a principal causa de morbilidade e mortalidade entre os diabéticos, sendo responsável por cerca de 80 por cento do total de mortes registadas.

diabetesA relação entre a diabetes e a doença cardiovascular é um dos temas que estará em destaque no 12º Congresso da Sociedade Portuguesa de Diabetologia, um evento que vai juntar mais de 1000 especialistas, de renome nacional e internacional na área da diabetes, entre os dias 17 e 20 de março, no Tivoli Marina Hotel, em Vilamoura.

“As pessoas com diabetes têm um risco acrescido de sofrer de doença cardiovascular, continuando este risco a aumentar exponencialmente depois de o diabético ter um evento cardiovascular, como por exemplo um enfarte do miocárdio ou um AVC. Nestes casos, o risco passa a ser quatro vezes maior e não apenas duas”, explica Pedro Matos, cardiologista e membro da Sociedade Portuguesa de Diabetologia.

O especialista alerta para a diferença dos sintomas da doença cardiovascular no doente diabético: “Nas pessoas com diabetes, os sintomas da doença cardíaca podem ser diferentes e mais insidiosos. Nem sempre ocorrem os habituais sinais de alarme, como a angina ou a dispneia, devido à presença frequente de neuropatia autonómica, uma complicação da diabetes nem sempre identificada”.

“Para tentar prevenir episódios cardiovasculares, os doentes diabéticos devem ser rigorosos no controlo da pressão arterial e do colesterol, nunca descurando a importância do controlo da glicémia e a modificação do estilo de vida através de uma alimentação saudável e prática de atividade física regular”, conclui.

Para mais informações consultar a página oficial do evento através do http://www.diabetologia2016.com/.

Sobre a Sociedade Portuguesa de Diabetologia:
A Sociedade Portuguesa de Diabetologia (SPD) é uma sociedade científica de direito privado, sem fins lucrativos que tem como objetivo promover, cultivar e desenvolver a investigação e o ensino da diabetologia e Ciências Afins. Ao longo de 28 anos de atividade, a SPD tem promovido a investigação na área da diabetes através da atribuição de bolsas e prémios, na participação ativa em projetos e estudos científicos e na realização de eventos científicos.

Veja Também

No Dia Europeu do Antibiótico surge o alerta: resistência ao antibiótico mata

Hoje, dia 18 de novembro assinala-se o Dia Europeu do Antibiótico e surgem vários alertas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *