Home / Vida / Psicologia / Acreditar e Agir

Acreditar e Agir

Caros leitores hoje gostaria de partilhar convosco uma pequena história, que deixo para reflexão:

“Um viajante caminhava pelas margens de um grande lago de águas cristalinas e imaginava uma forma de chegar até o outro lado, onde era seu destino. Suspirou profundamente enquanto tentava fixar o olhar no horizonte. A voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. Era um barqueiro.

O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era provido de dois remos de madeira de carvalho. O viajante olhou detidamente e percebeu o que pareciam ser letras em cada remo. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, observou que eram mesmo duas palavras. Num dos remos estava entalhada a palavra “acreditar” e no outro “agir”. Não podendo conter a curiosidade, perguntou a razão daqueles nomes originais dados aos remos.

O barqueiro pegou o remo, no qual estava escrito acreditar e remou com toda força. O barco, então, começou a dar voltas sem sair do lugar em que estava. Em seguida, pegou o remo em que estava escrito agir e remou com todo vigor. Novamente o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante. Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, movimentou-os ao mesmo tempo e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago, chegando calmamente à outra margem. Então o barqueiro disse ao viajante:

– Este barco pode ser chamado de autoconfiança. E a margem é a meta que desejamos atingir. Para que o barco da autoconfiança navegue seguro e alcance a meta pretendida, é preciso que utilizemos os dois remos ao mesmo tempo e com a mesma intensidade: acreditar e agir. Não basta apenas acreditar, senão o barco ficará rodando em círculos, é preciso também agir para movimentá-lo na direção que nos levará a alcançar a nossa meta.  Acreditar e Agir. Impulsionar os remos com força e com vontade, superando as ondas e os vendavais e não esquecer que, por vezes, é preciso remar contra a maré.”( Paulo Ursaia)

Assim nasce e se fortifica a nossa autoconfiança. Definir objetivos de vida, acreditar na capacidade individual para os atingir, recorrendo aos recursos pessoais, ao apoio de alguém (como o barqueiro) para ajudar nas travessias da vida e agir. É nesta conjugação de crenças e ações que tudo se põe em movimento. Pelo caminho encontraremos águas calmas e agitadas, podemos sentir que estamos a remar contra a maré, sentir que não conseguimos, mas quando nos munimos dos remos certos, e a um ritmo equilibrado, atingimos a outra margem.

“Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.”

Dalai Lama

 

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

Horóscopo Semanal, por Maria Helena Martins

Horóscopo Semanal   Carneiro Horóscopo Diário Ligue já! 760 10 77 31 Carta da Semana: …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *